alt
O Jornal que Registra a Informação pra Você!

Programa Adote Uma Área Verde deve trazer melhorias ao espaço público

meio ambiente 04 04 2017

O prefeito Toninho Fenelon regulamentou, através de um decreto na última quinta-feira (30), a lei n.º 1236.
A medida possibilita que a Secretaria do Meio Ambiente coloque em prática o programa “Adote uma Área Verde”. A iniciativa busca empresas privadas que assumam a responsabilidade de conservação em espaços públicos em troca de publicidade.

A lei, que possibilita a participação dos interessados em contribuir com a sustentabilidade do município, foi escrita em 2008. Buscando soluções rápidas contra a crise econômica que atinge todo o país e também São José dos Pinhais, a gestão atual encontrou no Programa Adote uma Área Verde, uma boa alternativa de unir esforços com a população.

Em busca do melhor aproveitamento dos recursos, o secretário do Meio Ambiente Áriston Ghidin, trabalha para colocá-lo em prática o mais breve possível. O custo com as áreas verdes da cidade, que inclui os entre outras coisas, serviços de roçada, plantio e mão de obra é de R$ 1,5 milhão por ano. De acordo com Ghidin, esta quantia poderá compor um orçamento melhor explorado. “Sabemos que as prioridades da gestão são Saúde e Educação. Ações como essa, permitem que façamos nossa parte visando uma administração eficiente”, explicou o secretário.

A proposta passou por uma reformulação técnica por meio da Controladoria e a Procuradoria Geral do Município, que tornaram lei aplicável. O resultado disso é que as empresas envolvidas conseguirão valorizar a sua marca, bem como a imagem da cidade. Com o novo decreto, os trâmites para se tornar um colaborador serão simples e claros.

O projeto Adote uma Área Verde é parte de outras gestões sustentáveis ao redor do Brasil. Já foi colocada em prática em cidades como Guarulhos, Maceió e Rio de Janeiro. A divisão de paisagismo da Secretaria do Meio Ambiente deve divulgar, em breve, mais informações aos interessados em contribuir.

Para mais informações, entre em contato com a Secretaria de Meio Ambiente através do telefone (41) 3283-6365

Você sabe a diferença entre lei e decreto?

A lei deve seguir todo o rito normativo de seu processo pelo poder legislativo, procedimento de responsabilidade dos vereadores que compõem a Câmara Municipal. O decreto é ato do executivo quando, por exemplo, regulamenta uma determinada situação a nível administrativo. Isto significa que são procedimentos complementares e são como passos dados pelos representantes para estabelecer uma regulamentação. A lei precisa de um decreto para torná-la vigente.

Foto: Divulgação 

Comente esta notícia